fbpx

1º episódio Check-in Digital Podcast: Hotelaria versus Short-Stay com Beto Caputo

O episódio aborda principalmente as tendências e desafios no setor de hotelaria, comparando-o com o mercado de short-stay (aluguel de curta temporada). Beto Caputo, CEO da Atrio Hotéis, discute a importância da inovação e da adaptação às mudanças de consumo, destacando os investimentos em tecnologia feitos pela Atrio para melhorar a eficiência operacional e a experiência dos hóspedes. Ele também menciona a necessidade de centralizar operações para otimizar custos e a importância de acompanhar as mudanças no comportamento dos consumidores.

Caputo enfatiza que a inovação não é um luxo, mas uma necessidade para a sobrevivência e prosperidade no mercado hoteleiro. Ele fala sobre a crise enfrentada pela hotelaria durante a pandemia e como a demanda está se recuperando. Além disso, ele aborda a complementaridade entre a hotelaria tradicional e o short-term rental, destacando que ambos podem coexistir e se beneficiar mutuamente.

Na conclusão, Caputo reforça a importância de uma cultura de inovação dentro das empresas e a necessidade de investir em tecnologia para melhorar a eficiência e a experiência dos hóspedes. Ele também menciona a importância de atrair e reter talentos na hotelaria, oferecendo melhores condições de trabalho e remuneração.

Em resumo, o episódio destaca a necessidade de inovação contínua, adaptação às mudanças de consumo e a importância de uma gestão eficiente para prosperar no mercado de hotelaria e short-stay.

1º episódio Check-in Digital Podcast: Hotelaria versus Short-Stay com Beto Caputo para leitura

Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Bem-vindo ao nosso primeiro episódio do Check-in Digital. Esse podcast que convida você,
a repensar, refletir e reinventar o mundo e o mercado das hospedagens aqui no nosso país.
Vamos juntos conseguir aprender e refletir sobre temas que precisam mudar nesse setor.
Sou Gabriel Fumagalli e sou um apaixonado por viagens e tecnologia. E hoje eu estou aqui
como host desse podcast, além de CEO da XTAY. E este podcast é um oferecimento da XTAY,
a plataforma de estadias flexíveis e inteligentes que monetizam e maximizam os
investimentos dos investidores. Então, para você que não conhece, acessa lá
www.xtay.com.br. Confira um pouco mais das nossas hospedagens e também da nossa
solução para maximizar o retorno dos investimentos desses proprietários de imóveis. Bom,
hoje esse projeto aqui, ele é realmente para provocar o status quo da hotelaria. E eu, como
um grande provocador, trouxe aqui ninguém mais, ninguém menos do que um dos
principais profissionais da hotelaria no Brasil. Pessoa essa que hoje eu tenho o prazer de compartilhar tempos e aprender muito com eleNosso convidado hoje é Paulo Roberto Caputo, mais conhecido como Beto Caputo, CEO de uma das principais, da terceira maior gestora de hotéis do Brasil. E ninguém melhor do que ele para se apresentar. Beto, obrigado pela disponibilidade e tempo. Hoje eu tenho o prazer de compartilhar, porque o Beto também faz parte da Xtay através da Atrio Hotéis. E eu
gostaria de pedir que você se apresentasse aí para o público, me contasse um pouquinho
mais sobre quem é o Beto Caputo e o que você faz.

Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Tá bom. Obrigado, Gabriel. Obrigado pelo convite. Uma satisfação estar aqui com vocês.
Bom, eu sou um hoteleiro por acidente. Na verdade, eu nasci aqui em São Paulo, em
Tatuapé, mas minha família se mudou para o Sul, para Joinville, desde cedo. Fiz escola
ginásio industrial, escola técnica, depois engenharia mecânica, ou seja, fui uma pessoa toda
preparada e que seria previsto estar na indústria, mas por um motivo, no meio da carreira,
depois de alguns anos de indústria, eu me movi para o setor de serviços, inicialmente com
restaurantes, fiz a implantação de redes internacionais de restaurantes, até que cheguei na
Atrio, que na época era uma empresa que tinha um hotel, hoje nós temos 78 hotéis, em 20
e tantos anos, nós crescemos bastante, especialmente agora nos últimos anos. Eu sou
apaixonado também pelo setor de hospitalidade, você pode se estranhar, o engenheiro
mecânico que faz aqui, mas na verdade você tem engenheiros em todas as áreas, engenheiro
é uma pessoa que aprende a calcular, a raciocinar, a ter o pensamento analítico, E quando o
engenheiro consegue equilibrar esse lado analítico, que é natural da profissão, com o lado
humano, que é o da hospitalidade, eu acho que a gente consegue então fazer um bom
trabalho e é o que a gente vem tentando fazer e com bastante sucesso. E claro, a Atria é uma
empresa, vamos dizer, tradicional da hotelaria.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
que é um jeito de falar que não me agrada muito dizer que sou tradicional de qualquer coisa,
porque hoje o mundo precisa ter o legado do tradicional, mas você não pode ser tradicional
como mindset. E nesse esforço, nessa inquietação, de fazer algo mais na hotelaria, que a
gente, inclusive, criou a Xtay, que é uma plataforma flexível, como você já falou, além da
Livak, que é especializada em multipropriedade. Então, são duas empresas irmãs que estão
dentro do grupo da Atro. Mas, isso, esse é o Beto, apaixonado pelo que faz e com bastante
gás aí para a inovação.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Boa, você é um ex-profissional de tecnologia. Nessa jornada sua, você já passou por
empresas de tecnologia.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis

Eu estive 10 anos na IBM, trabalhei no Vale do Silício, em San José, na Califórnia. Trabalhei
um pouco no Japão também. Como eu falei, foi por acidente que eu vim na hospitalidade. E
interessante que nos primeiros anos de hospitalidade, eu investi muito pouco em
tecnologia. Não sei se porque eu vinha desse mundo e tinha aquele ambiente IBM, tudo
muito caro, tudo muito inacessível, a gente tinha poucos recursos. E de 2018 para cá, a
gente vem fazendo investimentos enormes em tecnologia, enormes, e que inclusive nos
últimos anos agora, dos últimos dois anos, pós-pandemia, se intensificaram. Se a gente já
vinha, pré-pandemia eu já vinha, já estava claro, quando chegou o Airbnb, quando chegou o
Booking, que o nosso negócio foi colocado meio de cabeça pra baixo, a gente já viu que
precisava investir em tecnologia. E a epidemia só intensificou essa tendência.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Muito bom. Bom, hoje eu tenho o papel aqui de tentar tirar o seu crachá como CEO da
Atrio Hotéis. e a gente falar de temas que não podem ficar embaixo do tapete no mundo da
hotelaria. E para que a gente fale um pouco mais, eu queria, antes de a gente entrar em
alguns temas, contextualizar um pouquinho o que a Atrio Hotéis faz, porque muitas pessoas
conhecem diversos e se hospedam em diversos dos seus hotéis, mas ninguém sabe muito
bem o que a Atrio faz. Então, conta um pouquinho para a gente o que a Atrio faz.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Bem importante essa pergunta, e eu vou voltar um pouquinho para respondê-la no sentido
de falar o que é hotelaria. Hotelaria, na verdade, quando você pensa em hotelaria, é a junção
de três grandes negócios que juntos fazem o que é hotelaria. O primeiro braço é o real
estate, o imobiliário. Todo imóvel, todo hotel tem um imóvel, ele está lá sediado em um
imóvel. E segundo são as marcas, o branding, ou seja, normalmente um hotel, ele leva uma
marca. Essa marca pode ser uma grande marca internacional, ou pode ser uma marca
própria daquela propriedade, daquela família, daquele proprietário. E por fim tem o
management, a gestão. Então, o que faz a gestão? Pega um imóvel bem construído, um
imóvel apropriado por uma atividade hoteleira, com a marca apropriada para que ele move
para aquele mercado e faz a gestão do dia a dia. Então a Atria é uma empresa muito focada
na gestão. Ela é uma gestora hoteleira. É o que a gente chama, falar um pouquinho em
inglês, Independent Hotel Management Company. É uma empresa de gestão independente.
Por que a gente fala independente? Porque a gente pode administrar diversas marcas
hoteleiras. Então, a Atrio é uma grande parceira da Acor, no Brasil. A gente já tem hotéis
franqueados há mais de 20 anos e participamos muito do desenvolvimento, especialmente
da marca Ibis, no Brasil, nesse período. Então, hotelaria. Rio State. Branding e Management.
Juntou, é o que a Atrio faz.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Muito bom. E hoje, quem tem um projeto de hotel, que tipo de benefícios a Atrio entrega
como um fornecedor para, eventualmente, algum projeto de hotel? Onde vocês realmente
agregam valor para administrar um hotel?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
O hotel é um tipo de ativo imobiliário. Você tem shopping center, você tem o residencial,
você tem imóveis comerciais, você tem loteamentos, você tem hotelaria também.
Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Galpões da parte logística, são classes de ativos imobiliários, hotelaria, hotéis, é uma dessas
classes.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis

Ela tem prós e contras, como tudo, para o investidor. Normalmente, o mercado imobiliário
mundial é baseado em grandes investidores, grandes proprietários, empresas, fundos e até
famílias ou pessoas. O Brasil ainda tem bastante forte o desejo de ter que ser proprietário.
Você fala com muitas pessoas, fala, olha, eu quero economizar porque eu quero construir
um apartamento para alugar uma casa que é minha garantia de renda futura. Quando não
puder mais trabalhar eu vou ter aquela renda. O hotel não deixa de ser isso. É um ativo
imobiliário voltado pra renda, que pode ser fracionado no conto hotel, ou seja, um hotel ter
vários proprietários que se unem e fazem…


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
que entregam pra uma gestora, ou você pode ter um fundo que é dono do imóvel inteiro.
Então, a hotelaria, ela é uma alternativa de investimento imobiliário. E para isso ela tem
algumas vantagens, algumas características que atraem muitos investidores.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Muito bom. Então eu queria pegar um gancho nesse tema e a gente analisar um pouco do
contexto de mercado.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
E hoje, para você, investir em hotel ainda vale a pena?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
A indústria imobiliária é cíclica. É uma indústria de ciclo longo, tá certo? Ou seja, quando eu
penso em fazer um hotel… Olha, eu vou fazer um hotel aqui na Lapa. Vamos fazer um hotel
na Lapa? Legal. Esse hotel vai ficar pronto daqui a 5, 6 anos.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
E como vai estar a economia daqui a 5, 6 anos? Ninguém sabe. Há indícios, mas ninguém
sabe. Então, o que acontece? Quando você tem um ciclo econômico positivo, você tem,
normalmente, a demanda crescendo, a oferta ainda não reagiu porque ela é longa, e você
tem, então, um aumento de ocupações, um aumento de valores e de rentabilidade desses
hotéis. No contrário, isso é um incentivo para que investidores façam novos hotéis, num
determinado momento a oferta e a demanda se reequilibram e pode haver até queda. Então,
a gente estava, antes da pandemia, saindo de um ciclo de queda e começando a entrar num
ciclo de alta. Lembra, a gente teve a Olimpíadas e Copa do Mundo no Brasil. Muitos hotéis
foram feitos, especialmente para esses dois eventos, em várias cidades, e pós-olimpíadas
você tem uma crise econômica. Então você teve a tempestade perfeita, ou seja, você tinha a
oferta chegando, ainda vinda dos eventos, com o mercado caindo. Então, crise na hotelaria,
hotéis mais vazios, menos rentabilidade.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Isso começou a ser absorvido, Um pouco antes da pandemia, 2020 se previa um ano muito
bom, ou seja, o mercado crescendo e a oferta estabilizada. 2019 para 2020. O que
aconteceu? Veio a pandemia e zerou, vamos dizer assim, a demanda hoteleira por um
período. Só que a pandemia também trouxe outros reflexos, não vou falar benefícios, tudo
tem os dois lados. Mas você teve, no primeiro momento, as pessoas achando que não
viajariam mais a trabalho, então que não haveria volta de demanda, se errou, as viagens a
trabalho voltaram com toda a força, e em cima disso, a área de eventos e de lazer cresceu
em termos reais. reflexo da pandemia também. Ou seja, as pessoas viram que querem viajar
mais. Eu brinco, todo mundo gosta de viajar. Pode ser o jovem com a sua tribo, como a
terceira idade com a sua tribo. Então, todo mundo gosta de viajar, só são viagens diferentes
conforme a característica da pessoa e as próprias gerações. Então, nesse ambiente agora, a
gente vive um momento em que Para os próximos anos no Brasil, a oferta está muito
controlada. Crise econômica, as dificuldades econômicas pós-pandemia e a própria
valorização dos imóveis terrenos que houveram pós-pandemia dificultaram, estão
dificultando a construção de novos hotéis. Só que a demanda vem crescendo.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Isso gira nesse meio tempo novos formatos de hospedagem, novas alternativas de
investimento também, porque o investidor está buscando alternativas de investir.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay

Atrelado a isso, o mercado traz novas oportunidades como, por exemplo, short-term rental
e outras oportunidades. Você vê que esses novos mercados de hospedagem impactam
negativamente o mercado de hotelaria ou não? Eles são complementares?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Eu acho que eles são complementares. Mas vamos voltar um pouquinho, Gabriel. Vamos
falar um pouquinho do que é o short-term rental. Como é que ele surgiu? Por que ele
surgiu? Todo mundo conhece o Airbnb. Quando o Airbnb surgiu, ele era o quê? Ele era uma
coisa um pouco romântica. Ou seja, eu tenho um quarto, eu adoro receber pessoas, eu vou
alugar um quarto, vou alugar um apartamento do lado do meu apartamento, a pessoa vai
vir, vai passar uns dias de férias, vai ter uma experiência local e autêntica. O Airbnb cresceu
muito, evoluiu muito. A pandemia ainda deu um impulso adicional. E o Airbnb começou…
Quando eu falo Airbnb, ele é um distribuidor. Ele é um dos canais de vendas. Mas, como
referência, a gente pode usá-lo. O que acontece? Ele migrou também para as grandes
cidades e para uma experiência… Eu diria, para menos de uma experiência e mais um meio
de hospedagem. Essa é a grande verdade.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Aqui no Brasil, a gente… Bom, São Paulo, dita a tendência, a gente ainda tem um impulso do
próprio Plano Diretor da cidade de São Paulo que incentiva pequenos apartamentos,
estúdios. Antiga kitnet, hoje é estúdio, que tem toda uma nova roupagem. O que acontece?
Esses apartamentos, estúdios, eles têm um preço, por serem menores, mais compactos, eles
têm um preço de aquisição mais baixo. Então, uma série de investidores que não
conseguiam comprar um apartamento, vamos dizer assim, para ir para a locação,
conseguem comprar um estúdio. E esses estúdios são lançados em grande número para
atender na verdade, mas eles também acabam criando um mercado muito forte de short
term rental na cidade de São Paulo e esse fenômeno se espalha Brasil afora. Então hoje você
tem um novo meio de hospedagem, que é basicamente de locação, ele é uma locação de
curta temporada, ele não é uma hospedagem, o modelo Fiscal é até um pouco diferente, em
que você tem apartamentos que vão ser usados como residência de médio e longo prazo,
mas também de curtíssimo prazo no short term rental. É um novo mercado que vai ajudar a
suprir a falta de novos hotéis em muitos casos. Se a gente lembrar lá atrás, na primeira crise
que a hotelaria teve, a crise dos flats, quando houve um boom de flats na cidade de São
Paulo, todo o hoteleiro ficou muito preocupado na época.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
O que vai acontecer com o meu negócio?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Alguns anos depois, a gente dizia, ainda bem que teve o boom dos flats, porque senão a
gente não podia ter evento em São Paulo. Ai de São Paulo se não houvesse os flats. Então, o
Washington Rent é um novo ciclo desse desenvolvimento da oferta. E a demanda cresce, ou
seja, a gente precisa fazer crescer a oferta. Porque, veja, em São Paulo, a área de eventos é
fortíssima.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Pós-pandemia ficou mais forte ainda. Então, você precisa ter esses meios de hospedagem.
Vamos lá, esses grandes shows que estão ocorrendo, não houvesse os apartamentos de
locação, estúdios, para complementar a oferta hoteleira, você não conseguiria tanto público.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay

Com certeza. E também para, de certa forma, você conseguir oferecer um produto de custobenefício melhor. Porque as tarifas dos hotéis nessas épocas, elas aumentam
consideravelmente.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Ao dar uma oferta adicional, você equilibra a relação de preço que é função demanda-oferta.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Perfeito. Bom, entrando um pouco mais no mundo da hotelaria e dos desafios do setor aqui.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Hoje, o que você vê como os principais desafios da gestão hoteleira nos dias atuais aqui no
Brasil?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Bom, claramente é a parte de recursos humanos.
De novo, pós pandemia, houve uma migração de muitos profissionais jovens que não
querem mais o trabalho que prende, o trabalho de horário, de ciclo, de escala de trabalho. e
quer um trabalho mais livre, um trabalho que lhes dê mais liberdade de ter um estilo de
vida diferenciado. Então, a gente hoje sofre um apagão de mão de obra na hotelaria. Não é o
único setor, na verdade, mas na hotelaria ele é bastante forte. Então, um dos grandes
desafios hoje é… como é que eu consigo continuar prestando um serviço de qualidade para o
cliente com menos gente? Como é que eu consigo entregar de uma forma diferente que eu
precise de menos mão de obra? Quer dizer que a hotelaria não quer contratar ou que a
hotelaria quer demitir? Não, não é isso. É muito mais uma reação à falta da mão de obra. E é
mundial.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
O setor de restaurantes tem o mesmo problema, não é só a hotelaria. Então, o grande
desafio hoje, é você conseguir mão de obra, tratar a mão de obra de uma forma diferente. A
hotelaria, também por causa dessas crises que houveram, ela acabou ficando muito
reprimida, ou seja, o ganho também tem que aumentar.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
remunerar melhor os profissionais da hotelaria para que mais pessoas se interessem por
hotelaria. O Brasil já teve mais de 50 faculdades, cursos superiores de hotelaria. Hoje são
muito menos, mas muito menos mesmo. Por quê? Porque há menos pessoas interessadas.
Então nós precisamos aumentar a atratividade da carreira.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Trazer um sex appeal por trabalhar nesse segmento. E imagino que esse desafio traga
impactos, você já comentou, impactos financeiros ao negócio. Você tem muita gente ou você
tem que pagar mais. Como é que você vê o impacto desse desafio na parte financeira do
negócio? Porque, no fim, para o investidor, para um dono, de hotel e tal, é importante a
saúde financeira para perpetuar esse negócio.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Sim, eu acho que um dos grandes problemas da hotelaria, do negócio hoteleiro, como ele é
imobiliário, é a obsolescência. Todo mundo fala, esse hotel é legal, mas está velho.
Então, ficar velho… Um hotel fica velho porque o dono deixou ficar velho, porque ele não
precisa ficar velho. Então…


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Eu acho que tem dois grandes desafios, tem o custo da mão de obra, enfim, a atratividade da
carreira, e outro que é muito grande, que é também pós-pandemia, o custo da construção
civil, o custo dos imóveis terrenos aumentou muito, mais do que as diárias hoteleiras.
Apesar das diárias hoteleiras terem sofrido um reajuste nos últimos anos, elas são aquém
ainda e bem aquém do reajuste do próprio imóvel. E o imóvel é o nosso principal ativo junto
com as pessoas.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Eu preciso gastar mais, eu preciso investir mais para atrair pessoas e eu preciso ter mais
recursos porque construir e reformar hotéis está mais caro. Então, o que vai fomentar a
construção, a vinda de novos hotéis ou de novos equipamentos para a STR? É melhores
retornos, que vão atrair investidores. Como é que esse aumento de retorno vai vir? Através
do aumento de área de ocupação.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
E isso é um ciclo positivo, porque pior do que ter que pagar um preço um pouco mais alto
pra ter uma experiência boa de qualidade na hospedagem, é não ter a hospedagem. Então a
gente tá muito ciente de que é um ciclo, a gente tá num ciclo de acomodação, mas inclusive
os novos meios que você mencionou, o short-term rental, eles vão ajudar que não falte
quartos de hotel para atender eventos, para atender lazer, para atender negócios nos
próximos anos.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Excelente. Muito bom. E pegando um gancho nessa questão dos recursos humanos dentro
do meio de hospedagem, que hoje existe todo esse desafio atrelado, Mas eu escuto muito
dos hoteleiros tradicionais de que hotelaria é um negócio de pessoas, que é um negócio de
servido humano. Então assim, eu queria entender na sua perspectiva, como hóspede até, o
quanto que o elemento humano, ele é importante pra sua experiência e até entender assim e
questionar se a tecnologia está matando a hospitalidade.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Não, não, não, em desacordo com a sua última frase totalmente.
Eu brinco assim, quando você chega num hotel, depois do manobrista ali do carro, quando
você entra no hotel, quem te recebe?
As costas de um monitor.
Então, eu diria assim, a tecnologia tem que tirar essas atividades transacionais, tem qu
tirar essas coisas que não precisam mais ser feitas por uma pessoa, para libertar essas
pessoas para prover experiência para os ótimos. Então, todo o tempo em que o
recepcionista está atrás do monitor digitando dados, coisas e tal, é um tempo que não devia
mais estar sendo gasto naquilo.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Eu gosto muito de usar um exemplo. Imagina o check-in num aeroporto há 15 anos atrás. E
imagina o check-in no aeroporto hoje.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Evoluiu muito, né? O setor aéreo evoluiu muito.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Imagina o check-in num hotel há 15 anos atrás e o check-in num hotel hoje. Não evoluiu
nada.
Eu brinco, se o check-in lá em Congonhas fosse como era há 15 anos atrás, a fila estava na
Washington Luiz. E na hotelaria parece que isso ainda não acontece. Até forçado pela falta
de pessoas e pela necessidade de inovar, eu acho que a gente entra agora num ciclo que a
hotelaria a mesma atelaria tradicional, vamos dizer assim, ela começa a inovar mais, ela
começa a correr atrás do prejuízo. E ainda, o short term rental que nasceu depois, ele
nasceu na tecnologia. Como ele se propõe a ter uma atelaria em que o serviço é entregue de
uma forma digital em uma plataforma, ele já nasceu digital. Então, alguma parte, se não boa
parte da tecnologia que hoje está sendo desenvolvida para o short-term rental, ela também
vai migrar para a hotelaria. Ou seja, a hotelaria vai se aproveitar…


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
É um laboratório, né?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Então, eu acho assim, eu sempre digo, hotelaria de luxo. A hotelaria de luxo sempre fala
assim, eu já tive um hoteleiro que falou pra mim, não, meu hotel tem que ter check-in,
porque aí faz parte da experiência.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Ok, eu também concordo, desde que não tenha 5 pessoas na fila.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Exato. Desde que a experiência seja positiva e não negativa.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Então, eu digo, você vai continuar sendo hotel de luxo, mas se o check-in, que hoje você
entende que é importante nesse tipo de hotelaria, ele precisa existir, mas ele não precisa
demorar 10 minutos, ele pode demorar 1 minuto. E os outros 7, 8 minutos, o hóspede tem
livre pra ele fazer o que ele quiser. Inclusive pra falar com alguém que vai estar disponível
pra falar com ele. Perfeito. Então, eu sinto que o Short-Term Rent, o X-Take tem essa
proposta. A gente tem que desenvolver tecnologia. E essa tecnologia, nós vamos trazer para
o Grupo 4, nós vamos trazer para a hotelaria que a gente entende. Um hotel de luxo, por
exemplo, você fala, olha, um hotel de luxo de 100 quartos precisa ter três pessoas por
quarto para prestar o serviço. Pô, mas se eu conseguir prestar um serviço tão bom quanto
com duas, com uma, as outras pessoas, elas vão estar muito mais voltadas a realmente
atender a pessoa.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Do que ficar fazendo o processo.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Então essa é a nossa visão, é por isso que a gente criou a Kickstand, inclusive, essa
inquietude de nós precisamos inovar. ganhar produtividade no que é transacional para nos
libertarmos para poder ter um diferencial de fato em serviço.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Perfeito, perfeito. E eu perguntei isso assim porque eu escuto de forma recorrente de
executivos do mercado da hotelaria essa questão de ser um negócio de pessoas e eu
particularmente acredito mais a minha geração já menos e as novas gerações, você tem uma
filha geração Z. Eu queria que talvez você conhece um pouco do consumo, do modelo de
consumo por ter uma filha da cidade. Você acha que para essa geração a importância do
atendimento, dessa interação humana dentro dos meios de hospedagem. Ele é tão
importante quanto para as outras gerações, como a minha, como a sua. Qual é a sua visão
desse novo modelo de consumo?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Eu acredito que, vendo pelo meu exemplo próprio, em casa, eles gostam de coisa boa
também, como todo mundo gosta, certo? Só que não precisa ser entregue da forma como a
gente sempre entregou.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Então, vamos dizer assim, o que é a hotelaria? São algumas experiências. Uma experiência,
por exemplo, do café da manhã. Ela é fundamental, ela faz parte da experiência de
hospedagem. O short-term rental ainda tem um gap pra resolver aí. Ele tem essa falta dessa
experiência. Pra muitas pessoas isso não faz diferença? Sim, é verdade. É que depende o
momento.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Eu não consigo enxergar, digamos, que a geração Z, ou a pessoa mais velha.

Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
O tipo de pessoa só ficar num modelo. Eu acho que no momento da pessoa. O meu momento
de vir a São Paulo para uma reunião importante é totalmente diferente do meu momento
quando eu tiro um final de semana prolongado. Só que eu sou a mesma pessoa e eu vou
consumir os dois produtos.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Eu trouxe isso porque olhando até em modelos mais evoluídos lá fora, já existem modelos
mais evoluídos, e aí eu me questiono se, de certa forma, A geração Z odeia os hotéis
tradicionais, porque esses novos modelos e existem marcas que trazem esse mundo de
lifestyle e tecnologia de forma muito mais pontuada e melhor trabalhada do que a gente faz
no Brasil. Então, por isso que eu trouxe para entender.
São pessoas digitalmente nativas que, eventualmente, preferem não ter essa relação
humana quando ser recebida. Elas preferem a privacidade de entrar sem falar com
ninguém. E isso eu tenho visto numa mudança de consumo em vários modelos.
Antigamente…
Bom, eu tive uma família que era empresária do ramo de móveis e…
na cabeça deles há 15 anos atrás, 20 anos atrás, como alguém iria comprar um sofá pela
internet? Porque a pessoa precisa sentar e experimentar o sofá pela internet. Hoje em dia a
gente vê que muitas pessoas compram isso pela internet, ou seja, a forma de interagir, a
forma de consumir tem mudado. Então, eu entendo que para que a gente atenda essa
geração de forma muito mais alinhada com as expectativas dele, existem algumas mudanças
que os meios de hospedagem, tanto o short term rental como a hotelaria, eles têm que
executar e que passam eventualmente por tecnologia, mas também passam por um ajuste
dos processos internos.
Vocês têm visto já nos hotéis que vocês operam o consumo deste público? Esse público que
nasceu entre 2001 e 2012, as pessoas que já nasceram na época da internet consumindo os
produtos, eles já são pagantes dos seus hotéis?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Sim, eles estão chegando, eles já estão trabalhando em muitos casos, já trabalham para
empresas, vão lá prestar serviço, fazer consultoria, auditoria, enfim.
Eu acho que, de novo, vou voltar, é o momento da pessoa. Uma geração Z, mas se ele já é
funcionário de uma empresa, ele vai ficar no hotel, ele se comporta muito como um hóspede
um pouco mais tradicional. Mas ele quer menos interação, eu concordo com você. Se eu
prover para ele que ele não vai precisar fazer check-in, Ele vai elogiar e vai dizer, esse hotel
é o que eu quero ficar. Ele quer ter o café da manhã lá, mas ele não quer ficar na fila da
recepção. Então, eu acho que as duas coisas têm aspectos complementares. A hotelaria, ela
foi muito por um caminho lifestyle. O que é lifestyle? É uma hotelaria mais de experiência,
ou seja, o hotel, o quarto, ele é parte do negócio só. O quarto é para dormir legal, mas em
volta do quarto eu tenho um restaurante, eu tenho um excelente bar, eu tenho toda uma
vida acontecendo. Espaço de coworking, eu tenho pessoas da comunidade, frequentando,
não é aquele hotel que só tem turista lá.
Não, é um hotel…


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
É uma tribo, uma união de tribos específicas ali.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
E isso tanto no segmento… Começou no segmento mais de luxo, e veio descendo, e tá
chegando até no econômico. Já tá no mundo de skate, chegando no econômico. Você vai
chegar num hotel econômico… Pensa num hotel econômico americano da década de 80. Era
micro-ondas, uma recepção sem ninguém e os quartos.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Boring, né? E isso tá saindo. Ou seja, mesmo um hotel tradicional, ele quer ser um ambiente
vibrante. Por outro lado, você tem a hospedagem de short-term rental, que é uma
hospedagem… que ela tende a ser mais boring, né? Ou seja, você faz tudo sozinho, tudo pela
plataforma. Você não tem isso, né? Eu vejo no futuro as coisas também se misturarem. Ou
seja, eu tenho um empreendimento que, na verdade, é um centro de entretenimento, um
centro de lazer gastronômico e que também tem quartos de locação.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
E as coisas se interagem… E existem cases interessantes já. Celina, Citzenam, são empresas
que têm feito isso muito bem. Então, eu acho que cabe aqui a gente, como agentes
transformadores desse mercado de hospedagem no Brasil, também refletir e tentar inovar.
E aí, quando fala de inovação e trazendo um pouco mais para o âmbito, de tecnologia,
inovação, eu sei que você é um apaixonado também por tecnologia e eu queria entender
assim, eu vejo sempre…dois grandes grupos de inovação e aplicação da tecnologia dentro dos meios de
hospedagem. Um que ele é voltado para gerar a eficiência operacional do negócio, ou seja,
eu consegui entregar aquilo dependendo menos de custos fixos ou pessoas envolvidas para
fazer as partes transacionais e existem a linha que eu consigo melhorar a experiência do
hóspede. Acho que a gente já falou aqui um pouquinho da parte de check-in. Realmente, eu
particularmente acho muito ruim a experiência de check-in, principalmente aqui no Brasil,
que você tem que assinar aquela ficha lá e entregar o documento. É bem chato você chegar
cansado e ter que pegar aquela fila de check-in. Até por isso, a provocação do nosso nome
do podcast aqui é Check-in Digital.
Então, acho que dentro desse contexto, eu queria que você abordasse inovações que você
entende e que vocês também dentro da hotelaria têm aplicado, seja para melhorar a
eficiência operacional, ou seja, para entregar uma experiência diferenciada ou mais
inovadora e moderna aos hóspedes. E até também trazer temas aqui, você é um cara super
viajado, já passou por vários hotéis no mundo, coisas que te impactaram positivamente
como hóspede nessa experiência um pouco mais digitalizada.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
É um caminho sem volta, a hotelaria é um negócio tradicional, o profissional, a empresa
hoteleira, as redes hoteleiras, elas continuam sendo muito voltadas à proteção de dados, à
segurança, a itens que não podem, que são super importantes, não podem ser perdidos, mas
aí a inovação fica retardada. Tudo que você quer fazer novo, a área de segurança não deixa. Então, a gente precisa realmente trazer inovação. A gente vai viver agora a era da inteligência artificial. É brutal o
que está vindo. É causado pelo aumento da capacidade de processamento, que vem crescendo de uma
forma assustadora.
Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
as empresas, alguns negócios vão mudar muito nos próximos anos, por causa da inteligência
artificial, que é uma palavra só, mas tem uma opção de coisa por trás. Então, o que a gente
está fazendo hoje, enquanto Atrio, para estar preparado para isso? Primeiro é, está muito
claro que você precisa ter uma estratégia digital na sua companhia.
Nós temos que definir a nossa estratégia digital e aí fazer o plano para alcançar os objetivos
dessa estratégia. E tentar não fazer muita coisa pontual. Então, plano maior. O que eu
entendo é que… Hoje, fundamental, e quando a gente fala em inteligência artificial e
inovação, é dados. Uma frase, eu acabei de votar em um congresso, você sabe disso, nos Estados Unidos, sobre isso, é on your data.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
On your data.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
On your data. Você tem hoje muitos dados disponíveis de toda a sua operação, em diferentes
clouds, você precisa centralizar e conhecer a sua grande base de dados. Porque é dali em
que os processos, sistemas, baseados em inteligência oficial ou não, vão alimentar e vão te
dar informação para poder prover melhor serviço. A parte, por exemplo, a gente falou muito
de check-in, falamos de restaurante, mas você tem toda a parte comercial do hotel. Como é
que eu compro hotel? Como é que eu compro short term rental? Como é que eu precifico
isso também como hotel? Como é que eu me posiciono? A área de marketing é
extremamente importante. Como é que eu me apareço para o cliente? Tudo isso é baseado
em grandes volumes de dados que as empresas precisam controlar. Então eu acho que
assim, a nossa estratégia é trabalhar fortemente de forma que eu tenha uma base de dados
sólida, eu conheça essa base de dados e os meus sistemas todos olhem a mesma base de
dados.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Eu vou fazer um gancho, porque assim, eu trabalhei muito já em projetos de transformação
digital, e a base do processo de transformação digital, ele começa com a digitalização dos
dados. Não adianta você ter o dado no papel, que você não consegue fazer nada. Depois
disso, você vem com ferramentas e processos, mas existe um elemento posterior, depois
que eu tenho os dados, as ferramentas, eu consigo criar análises sobre esses dados, assim
como você mencionou, existe um elemento muito forte que é a cultura. Se não existe a
cultura de inovação, é muito difícil de você propagar. Ou seja, não adianta você ter um bom
banco de dados, consolidado uma análise, se as pessoas não têm a cultura de usar esses
dados, por exemplo, para tomar uma decisão, ou se não tem a cultura de pensar um pouco
fora da caixa e de certa forma falar, não, é assim que funciona, é assim que sempre
funcionou. Então eu queria talvez escutar e discutir com você qual é a sua visão da cultura de inovação
no mercado da hotelaria, porque a minha sensação é que ela quase não existe.
E dentro de qualquer projeto de transformação digital, se você não tem as pessoas
engajadas com essa cultura de inovação, é muito difícil. Então, eu queria entender um
pouquinho da sua visão e também do que vocês têm feito lá para fomentar isso dentro do
negócio de vocês.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Bom, fundamental e extremamente desafiante trazer essa cultura de inovação para dentro
de uma empresa que já tem, sei lá, 2.500 funcionários, como é o nosso caso.
Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Inclusive, pequenas mudanças, você vai implantar uma pequena mudança, trazer uma
inovação, você está falando com 80 gerentes gerais espalhados pelo Brasil, com cidades e
processos diferentes. Então, você tem um desafio de deployment da inovação enorme. Como
é que você diminui esse desafio culturalmente? Deixar as pessoas mais preparadas, mais
abertas para essa inovação. Então, é um dos grandes desafios, não tenho a menor dúvida, É
tirar isso do laboratório e jogar pra produção.
Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
A inovação hoje no laboratório até você consegue fazer, mas depois você não consegue
implantar. Então a gente tem incentivado muito os nossos times e a gente no nosso processo
de contratação de executivos, é contratar muito a característica da pessoa.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
A gente treina de É o soft skill mais do que o hard skill.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Muito mais do que o hard skill. Então a gente já vem fazendo isso e todos os eventos
internos da companhia sempre voltados para provocar as pessoas para que elas saiam da
sua zona de conforto. A gente também faz muita mobilidade de pessoas, troca pessoas. A
pessoa é de uma área, eu jogo para outra. Tento incentivar que a pessoa não fique Não
precisa ser a palavra bitolada, né? Eu sou o cara de contabilidade, então eu vou ficar valendo
a contabilidade o resto da minha vida. Não! A experiência de contabilidade vai ser muito
importante para atender cliente.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Como é?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Vai! A gente vai descobrir isso. Então, junto com ter estratégia digital, é depois como é que
o… tem a estratégia digital da cultura, que é mudar a cabeça das pessoas.
Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Eu acho que tem que começar por cima. Então, primeiro, eu estou muito imbuído de que a
minha função como líder é inspirar essa mudança, muito mais do que ficar no processo
diário de trocar o negócio como é hoje. Então, eu venho fazendo desde 2018, tentando
incentivar a mudança, em provocar. Ou seja, se eu vejo algo que está funcionando muito
bem.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Poderia estar melhor.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Se está muito bem é porque ele está meio morno, não está inovando, porque quando inova
vai ter algum atrito.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Exato. Eu tinha uma pergunta que acho que você já respondeu, que era se a inovação na
hotelaria, se ela é um luxo ou uma necessidade. E eu acho que você já comentou aqui que,
aparentemente, ela é uma necessidade. Se a gente não mudar, se a gente não inovar dentro
do mercado de hotelaria, a gente vai ser menos eficiente, com isso rentabilizar menos, e aí a
gente vai ter aquele hotel caído e velho, porque a gente não vai conseguir reinvestir. E
atrelado a isso, essas necessidades novas de consumo. A Atrio fez grandes investimentos
recentemente em tecnologia, desde as coisas mais básicas que eu tenho acompanhado como
monitoramento de internet, que é um caos dentro de um hotel. Eu acho a internet do hotel
um caos. Não tem como eu me conectar e assistir um negócio com 10 megas. Graças a Deus
nos hotéis da Atrio eu já tive a experiência. Vocês têm feito um investimento muito alto em
vários elementos.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Esse da internet, por exemplo, o problema não é dispor o link super rápido lá no hotel. O
problema é manter ele 24 horas por dia em 200 apartamentos.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Todo mundo colocando Netflix na mesma hora lá.
Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Eu sempre falo assim, um hotel tem quantas antenas? 200 antenas. As 200 estão
funcionando agora, nesse momento?

Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Ou, se tem uma meia dúzia que não funciona, é o hóspito que está descobrindo que elas não
funcionam. Então, é sistema de monitoramento. Então, é um pequeno exemplo, mas é
importantíssimo. É o framework da digitalização da inovação.

Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Muito bom. Muito bom.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Então, assim, a gente já está chegando ao final, mas eu queria entender, assim, você…Você tem algum segredo dos hotéis que prosperam? Eu sei que a Atrio é uma empresa,
principalmente no mercado hoteleiro, que é uma empresa saudável, diferente de algumas
empresas que estão queimando caixa e crescendo a qualquer custo. Vocês têm muito pé no
chão. E eu queria…explorar isso daqui para os nossos ouvintes. O que essa cultura ou esse segredo, como é que vocês operam para realmente ter um hotel que prospera?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Primeiro, em relação à atrio, o nosso principal segredo é idoneidade e confiabilidade. Ou
seja, eu realmente me proponho a fazer um trabalho de qualidade, fazer bem feito, e eu faço
isso consistentemente. Então, a gente não se aventura porque um negócio é mais rentável,
porque tem uma oportunidade oportunística em, desculpe o português, mas enfim, algo
oportunístico para ganhar um pouco mais. Não, a gente tem uma linha sólida de atuação e a
gente constrói essa reputação baseado nessa linha sólida de atuação. Na hotelaria, quando
eu penso em um hotel, o que faz um hotel ser vencido no futuro?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Inicialmente, o hotel, como é um ativo imobiliário, um transatlântico, se não está bem nas
Bahamas, eu levo ele para a Europa. Eu não tiro ele de um lugar e levo para o outro. Então,
tem uma parte que é fundamental, que é um planejamento de onde eu vou pôr o hotel e que
hotel eu vou fazer. Então, tem muitos projetos que até são bem feitos, mas eles nascem
errado. Ele nasce sem análise sólida.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
E vocês negam hoje? Acho que vocês têm um portfólio…


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Continuamente. A gente nega semanalmente hotel. Por quê? Porque a gente tenta falar para
o empreendedor, olha, não faça. Não é que eu não quero. É que não faça porque a gente acha
que o projeto teu tem algumas lacunas que depois não vai ter como consertar. Então, nascer
um bom projeto, um projeto sólido, e aí na hotelaria e no short term rental, isso nunca vai
ser diferente. A localização vale muito. Muito. Se você nasce no local errado, você vai ter
uma vida muito difícil. Vai ter que construir uma história muito mais complexa. Se você
nasce certo, produto correto, no local correto, e uma administração que pensa não no dia
seguinte, mas pensa no ciclo de vida do produto, você tem um hotel de sucesso. Então aí tem
vários casos.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Assim…Claro que você tem também surpresas no meio do caminho. Por exemplo, hotel de
aeroporto. Costuma ser muito bom. Fazendo essas considerações que falei há pouco, um hotel de aeroporto vai muito bem. Aquele aeroporto fechou. O aeroporto não existe mais porque construiu-se um novo aeroporto. É algo imponderável. Mas é exceção. Normalmente não é isso que acontece. As
cidades também migram. A gente lembra, a gente tinha… hotéis cinco estrelas eram no
centro de São Paulo, hoje eles não estão mais no centro de São Paulo. Mas também esses
pérdidos foram retrofitados, hoje eles têm outros usos. Nada é pra sempre, vamos dizer assim. Então eu acho que, base assim, uma atuação séria e consistente na gestão e um bom planejamento e a inteligência de implantação. Essas duas coisas fazem um hotel de sucesso.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Perfeito. O hotel mal localizado, ele traz uma… Ou qualquer modelo de hospedagem.
Comércio, né? Comércio também, né? O Walmart fala é ponto, ponto, ponto.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Você pega os grandes comerciantes, os donos dos varejos, eles pessoalmente escolhem
ponto comercial. Eles sabem, está no sangue deles. E na hotelaria, isso é totalmente verdade
também.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Perfeito.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
E aí, claro, como a gente tem, por acaso, esses hotéis que já foram selecionados em pontos,
cada vez mais eles não vão ser só hotel, eles vão ser centros de entretenimento, centros de
serviços que também vão ter hospedagem, que pode ser por locação ou pode ser
hospedagem tradicional.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
um músico pegada mais tradicional e clássica, que tem muita gente que gosta do clássico
ainda.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Com certeza.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Muita gente. Quem não quer ficar hospedado num castelo?


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Pô, é legal, hein?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Acho que qualquer idade, né? Por outro lado, o lifestyle, o disruptivo também é bacana.
Então, acho que os dois convivem. E as gerações vão atravessar eles também.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Legal. Muito bom. A gente falou aqui, acho que, dessas tendências, desses desafios do
mercado. A gente falou de alguns temas relacionados à inovação, ao público, essa mudança
de consumo, o que é a inovação que a Atrio tem feito e eu queria que você pudesse encerrar
aqui passando uma mensagem para essas pessoas que eventualmente são proprietários de
imóveis, hotéis, flats, pousadas, que às vezes não têm um capital para investir e inovar ou
colocar elementos de tecnologia. que são, para eles, custosos. Geralmente, para você montar
sua pousada, seu hotel ou até um flat, você ter um revenue management, você ter uma
pessoa de marketing, você ter toda a cacetada de gente que você precisa na operação, é
muito difícil. Que mensagem você acha que são coisas que a gente pode, de certa forma,
trazer a reflexão para esses empreendedores ou investidores que gostam disso e querem
inovar. Onde eles precisam olhar, o que eles precisam fazer, de certa forma?


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Quando a gente olha a escola americana de hotelaria, em que a maior parte dos hotéis
pertence a uma rede, eu diria que, alguns anos atrás, a resposta seria não. Se afilia a uma
grande rede, que ela vai cuidar de tudo para você. Mas a gente viu, no meio do caminho, que
isso continua sendo verdade, mas não é só essa a verdade. Então, por exemplo, no Brasil
teve muito boom de famílias montarem pousadas, pequenos hotéis. Afiliar essas pousadas a
uma rede não tem dado muito certo também. Até porque a própria rede sabe que ela não vai
conseguir entregar nesses casos, em muitos dos casos. Então, eu acho assim, e eu falei isso
recentemente, a tecnologia vai ficando barata também com o tempo. Acho que é um viés
tecnológico. Claro que o O high-end, o mais disruptivo que está na frente, sempre vai ser
muito caro. Mas isso não quer dizer que você não possa se aproveitar da tecnologia. Muitos
desses sistemas que a gente usa na hotelaria, nas grandes redes, a gente paga uma fortuna,
estão disponíveis para pequenas pousadas, versões simplificadas, muito mais baratas.
Não tenha, você é dono de um pequeno hotel, gestor de uma posada. Não, isso eu não
consigo, isso eu não dá. Fica atento, participa dos congressos do setor, participa das próprias ABHs. ABH de Santa Catarina, a gente é muito ativo em apoiar o pequeno hoteleiro. E eu tenho falado isso. Seja
curioso. Vá atrás que talvez você possa fazer muito mais do que você acha que pode. Mas
tem que estar com a cabeça aberta. Tem que ter cabeça aberta.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Legal, eu tenho visto muito esse movimento de tentar centralizar algumas operações, algo
que a Atri já faz para otimizar essa operação e acho que o que cabe aqui a nós é discutir,
refletir sobre essas possibilidades de solução para trazer uma eficiência operacional maior
para o hotel, pousada ou qualquer meio de hospedagem que seja, alocação de temporada
também, e conseguir acompanhar as mudanças de consumo do público para ajustar e
conseguir fazer isso de uma forma mais eficiente, mais prazerosa a todos. Então, muito,
muito feliz em ter você nesse nosso primeiro episódio, esse projeto novo.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Agradecer novamente a sua presença. Enfim, acho que é o primeiro de muitos.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Se você gostou das nossas cinco estrelas aqui, muito importante, segue o sininho e tudo
mais para acompanhar os próximos episódios que a gente vem a lançar.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Se você ainda não conhece a Xtay e é um viajante, quer conhecer, acesse o nosso site
www.xtay.com.br, o Instagram, vai ser um prazer hospedar vocês, receber o feedback também dessa experiência sem fricção que a gente tem criado e proporcionado aos nossos hóspedes e também você que é o investidor, proprietário de imóvel queira rentabilizar isso sem ter trabalho nenhum, sem dor de cabeça, chama também a gente para fazer esse bate-papo e a gente trocar um pouco mais de ideias sobre como a gente pode inovar o seu negócio e rentabilizar melhor. Obrigado mais uma vez. Se
quiser deixar alguma outra mensagem aí, fico à disposição, mas foi um prazer ter você nesse
nosso episódio.


Beto Caputo CEO Atrio Hotéis
Obrigado, Gabriel. Eu acho que é um setor que realmente atrai a atenção das pessoas. Todo
mundo se hospeda, todo mundo um dia vai precisar de ficar em um meio de hospedagem e a
gente quer estar aqui para proporcionar a melhor experiência. Obrigado e parabéns pela
iniciativa.


Gabriel Fumagalli CEO Xtay
Tamo junto. Valeu, gente. Até a próxima.

Últimas do blog

SHOPPING

INDICAÇÃO 1

Nome: Shopping Praia de Belas

Endereço: Av. Praia de Belas, 1181 – Praia de Belas, Porto Alegre – RS, 90110-001

Horário: Seg. à Sab. 10h00 às 22h00 e 14h00 às 20h00 aos domingos

Vantagens da parceria: 

 

INDICAÇÃO 2

Nome: Shopping Iguatemi Porto Alegre

Endereço:Av. João Wallig, 1800 – Passo d’Areia, Porto Alegre – RS, 91349-900

Horário: Das 10h00 às 22h00 de Segunda á Sábado e das 14h00 às 20h00 nos domingos

Vantagens da parceria:

LIXO

O lixo do seu apartamento é retirado diariamente durante o serviço de arrumação. No entanto, se você preferir descartar o lixo antecipadamente, pode fazê-lo utilizando a lixeira localizada atrás da porta corta-fogo do seu andar. Essa opção permite que você faça o descarte do lixo de forma conveniente, sempre que desejar. Lembramos que é importante seguir as orientações de separação de resíduos adequados e garantir que o lixo seja devidamente colocado na lixeira para manter a limpeza e a organização do ambiente.

SHOPPING

Botafogo Praia Shopping

Praia de Botafogo, 400

Funcionamento: Das 10h às 22h, de segunda a sábado, e domingo das 13h às 21h

Lavanderia

Laundry Express

R. Gen. Polidoro, 20 – Loja B

Funcionamento: Das 9h às 16h

BELEZA E SAÚDE

Dony Coiffeur

R. Voluntários da Pátria, 45 – Loja 112

Funcionamento: Das 8h às 20h

Pet SHOP

Petshop ZenPet

R. Voluntários da Pátria, 31 – Loja M

Funcionamento: Das 9h às 17h

FARMÁCIA

Drogaria Ofertão

 Rua Vol. da Pátria, 18 Lj

Funcionamento: Das 7h às 22h

SUPERMERCADOS

Supermercado Mundial

R. Voluntários da Pátria, 24

Funcionamento: Das 07h30min às 21h

Supermercado Campeão

R. Gen. Polidoro, 74

Funcionamento: Das 7h às 21h

RESTAURANTES NA REGIÃO

Restaurante Fontana

Rua da Passagem, 44

Funcionamento: Das 11h às 23h

 

Marchezinho

R. Voluntários da Pátria, 46

Funcionamento: Das 11h30min às 00h

CAFÉ DA MANHÃ

Pastitália

Rua da Passagem, 83

Funcionamento: Das 6h às 18h

The Slow Bakery

R. Gen. Polidoro, 25

Funcionamento:Das 8h às 20h

Portaria

A Xtay Privillege Botafogo possui portaria.

PISCINA

A Xtay Privillege Botafogo possui piscina.

Pet

Seu amigo de estimação de pequeno/médio porte é mais do que bem-vindo na Xtay. Gostaríamos apenas de lembrar algumas orientações para garantir uma experiência agradável a todos os frequentadores:

– Quando possível, é recomendado que você carregue o seu pet no colo durante o trajeto. Caso não seja viável, por favor, utilize uma focinheira.

– É fundamental que os pets estejam sempre com suas guias. Isso garante a segurança deles e das demais pessoas presentes.

– Pedimos a sua colaboração na limpeza de eventuais sujeiras feitas pelo seu pet. A responsabilidade pela higienização do local é sua.

– Vale ressaltar que não nos responsabilizamos por acidentes ou danos físicos causados pelo seu pet, como mordidas ou outras situações que possam causar constrangimento. Caso ocorra algum incidente, recomendamos prestar socorro à vítima e, se necessário, arcar com os danos físicos e/ou morais causados.

Agradecemos a sua compreensão e colaboração para que todos possam desfrutar de um ambiente harmonioso na Xtay.

Academia

A Xtay Privillege Botafogo possui academia.

MENORES DE 18 anos

Sempre acompanhados por familiar ou responsável acima de 18 anos, com a devida documentação.

Pet

Seu amigo pet de pequeno porte é muito bem-vindo na Xtay. Transitar no elevador de serviço e nas demais áreas com o seu pet sempre no colo e não o sendo, favor se utilizar de focinheira. Os pets sempre deverão estar usando guias. Qualquer sujeira que seu pet venha a fazer é de sua responsabilidade a limpeza do local.

Termos de uso do condomínio

A Xtay é a sua casa enquanto estiver com a gente, trate-a com carinho! Crianças menores de 07 (sete) anos devem estar sempre acompanhadas dos pais ou responsáveis nas áreas comuns do condomínio, evitando-se transtornos ou até mesmo acidentes. Responsabilizações por eventuais danos físicos e/ou materiais serão atribuídos ao responsável legal do menor.

Todos e quaisquer danos e/ou extravios observados/apurados nas áreas comuns, causados pelo usuário da unidade serão de sua total responsabilidade, tendo a mesma a obrigação de ressarcir imediatamente todos os danos e extravios ocorridos.

BELEZA E SAÚDE

Salão Pedro Galdi

R. Oscar Freire, 261 – Jardim Paulista, São Paulo – SP, 01426-001

Funcionamento: Aberto de segunda-feira a sábado, das 9h às 20h

RESTAURANTES NA REGIÃO

Almanara Oscar Freire

R. Oscar Freire, 523 – Cerqueira César, São Paulo – SP, 01426-001

Funcionamento: Abre às 12h

SHOPPING

Shopping Curitiba

Rua Brigadeiro Franco, 2300

Funcionamento: Das 10h às 22h

 

Shopping Pátio Batel

Av. do Batel, 1868 – Batel

Funcionamento: Das 10h às 22h, de segunda a sábado, e domingo das 14h às 20h

BELEZA E SAÚDE

Vera Estética

R. Visc. do Rio Branco, 1861

Funcionamento: Aberto de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 19h e aos sábados das 8h às 17h

 

Espaço da Beleza

R. Dr. Pedrosa, 116

Funcionamento: Aberto de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 19h e aos sábados das 9h às 17h

Pet SHOP

Pet Shop Praça dos Bichos

Rua André de Barros,41 Loja AB2 e AB3

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e aos sábados das 9h às 17h30min 

FARMÁCIA

Farmácias Nissei

Praça Rui Barbosa, 433

Funcionamento: 24h

Termos de uso do condomínio

A Xtay é a sua casa enquanto estiver com a gente, trate-a com carinho! Crianças menores de 07 (sete) anos devem estar sempre acompanhadas dos pais ou responsáveis nas áreas comuns do condomínio, evitando-se transtornos ou até mesmo acidentes. Responsabilizações por eventuais danos físicos e/ou materiais serão atribuídos ao responsável legal do menor.

Todos e quaisquer danos e/ou extravios observados/apurados nas áreas comuns, causados pelo usuário da unidade serão de sua total responsabilidade, tendo a mesma a obrigação de ressarcir imediatamente todos os danos e extravios ocorridos.

MENORES DE 18 anos

Sempre acompanhados por familiar ou responsável acima de 18 anos, com a devida documentação.

RESTAURANTES NA REGIÃO

Tropilha Grill Churrascaria

Rua Emiliano Perneta, 700

Funcionamento: Das 11h às 14h45min e das 18h30min às 22h45min

 

Hard Rock Café

Rua Buenos Aires, 50

Funcionamento: Das 11h3min às 00h

SHOPPING

Shopping JK Iguatemi

Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2041 – Vila Olímpia, São Paulo

Funcionamento: Das 10h às 22h, de segunda a sábado, e domingo das 12h às 20h

Shopping Vila Olímpia

Rua Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia – São Paulo

Funcionamento: Das 10h às 22h, de segunda a sábado, e domingo das 12h às 20h

Café da manhã

Panificadora Jaú

Rua Alfredo Pujol, 580 – Santana, São Paulo

Funcionamento: De segunda-feira a domingo, das 6h às 22h

Sterna Café – Santana

R. Dr. César, 1368 – Santana, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 8h30min às 17h30min

Padaria Estrela Polar

R. Voluntários da Pátria, 1973 – Santana, São Paulo

Funcionamento: De segunda a domingo, das 6h às 22h

Portaria

O Xtay BK 30 Santana possui uma portaria 24 horas.

LIXO

O lixo deve ser recolhido e descartado nas lixeiras identificadas no condomínio. Não descartar Lixo comum junto com o reciclável.

PISCINA

A Xtay Bk 30 Santana possui piscina.

Está localizada no 1º Andar.

Funcionamento: Do segundo dia útil da semana até domingo, das 6h às 22h.

MERCADO - VENDING MACHINES

Regras de uso no próprio estabelecimento.

Academia - Xtay São Paulo BK30 Santana
Academia

A Xtay BK 30 Santana possui academia. Para utilização, é necessário retirar seu token para entrada na portaria.

MENORES DE 18 anos

Sempre acompanhados por familiar ou responsável acima de 18 anos, com a devida documentação.

Pet

Seu amigo de estimação de pequeno/médio porte é mais do que bem-vindo na Xtay. Gostaríamos apenas de lembrar algumas orientações para garantir uma experiência agradável a todos os frequentadores:

– Quando possível, é recomendado que você carregue o seu pet no colo durante o trajeto. Caso não seja viável, por favor, utilize uma focinheira.

– É fundamental que os pets estejam sempre com suas guias. Isso garante a segurança deles e das demais pessoas presentes.

– Pedimos a sua colaboração na limpeza de eventuais sujeiras feitas pelo seu pet. A responsabilidade pela higienização do local é sua.

– Vale ressaltar que não nos responsabilizamos por acidentes ou danos físicos causados pelo seu pet, como mordidas ou outras situações que possam causar constrangimento. Caso ocorra algum incidente, recomendamos prestar socorro à vítima e, se necessário, arcar com os danos físicos e/ou morais causados.

Agradecemos a sua compreensão e colaboração para que todos possam desfrutar de um ambiente harmonioso na Xtay.

Termos de uso do condomínio

A Xtay é a sua casa enquanto estiver com a gente, trate-a com carinho! Crianças menores de 07 (sete) anos devem estar sempre acompanhadas dos pais ou responsáveis nas áreas comuns do condomínio, evitando-se transtornos ou até mesmo acidentes. Responsabilizações por eventuais danos físicos e/ou materiais serão atribuídos ao responsável legal do menor.

Todos e quaisquer danos e/ou extravios observados/apurados nas áreas comuns, causados pelo usuário da unidade serão de sua total responsabilidade, tendo a mesma a obrigação de ressarcir imediatamente todos os danos e extravios ocorridos.

Lavanderia

5 a Sec

Praça Gen. Gentil Falcão, 53 – Brooklin Novo, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, as 8h às 18h30min. Aos sábados, das 9h às 14h

Academia

Horário de funcionamento das 6h às 22h.

Localizada no piso acima da área de eventos e o acesso deverá ser feito usando o elevador até o segundo andar e descendo as escadas.

Regras: Favor higienizar os equipamentos após o uso, bem como colocar os pesos e colchonetes nos devidos lugares, jogar descartáveis, papel, latas etc na lixeira.

Esse espaço foi idealizado para comodidade de todos.

BELEZA E SAÚDE

Marka Hair & Nail

1924, R. Guararapes, 1922 – Brooklin Novo, São Paulo

Funcionamento: De segunda-feira a sábado, das 9h às 19h

Marka Hair & Nail

Surubim, 431 – Itaim Bibi, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h

Pet SHOP

Ideau Pets

Av. Nova Independência, 771 – Brooklin, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Aos sábados, das 9h às 13h

Academia EXTERNA

Smart Fit Berrini

Praça Gen. Gentil Falcão, 96 – Itaim Bibi, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 6h às 23h

FARMÁCIA

Drogasil

Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 829 – Cidade Monções, São Paulo

Funcionamento: De segunda-feira a sábado, das 7h às 21h

Droga Raia

Praça Gen. Gentil Falcão, 180 – Brooklin, São Paulo

Funcionamento: De segunda-feira a sábado, das 7h às 22h, e domingos e feriados das 8h às 22h

SUPERMERCADOS

OXXO

R. Guararapes, 1941 – Cidade Monções, São Paulo

Funcionamento: 24h

Mini Mercado Extra

R. Guararapes, 1842 – Cidade Monções, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e domingos das 8h às 19h

Restaurantes

Tulsi Indian Cuisine

Restaurante do Hotel

Funcionamento: Das 12h às 23h

Bom Rini

R. Guararapes, 1942 – Cidade Monções, São Paulo – SP

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 11h às 23h30min, e aos sábados das 11h às 17h

Gioconda Helenika Pizzaria Grega

R. Guararapes, 1882 – Itaim Bibi, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sábado das 19h às 23h30min

Café da manhã

Restaurante do Hotel

Funcionamento: Das 6h30min às 10h

Café Com Biscoito

R. Guararapes, 1943 – Cidade Monções, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 7h às 16h30min

Café Caires

R. Dr. Geraldo Campos Moreira, 435 – Cidade Monções, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 6h às 22h, e aos sábados e domingos das 6h às 15h

Portaria

A Xtay Berrini possui uma recepção 24 horas.

LIXO

O lixo é retirado na arrumação diária, mas, caso deseje o descarte antecipado poderá ser deixado na lixeira localizada atrás da porta corta-fogo do andar.

PISCINA

A Xtay Berrini possui piscina. Horário de funcionamento.

SUPERMERCADOS

Supermercado Nacional

Rua Comendador Araújo, 370

Funcionamento: Das 07h30min às 21h30min

 

Fiesta Express

Rua Dr. Pedrosa, 151

Funcionamento: Das 8h às 21h

 

Festval Batel

Rua Coronel Dulcídio, 880

Funcionamento: Das 7h às 22h

CAFÉ DA MANHÃ

Confeitaria Holandesa

Rua Dr. Pedrosa, 366

Funcionamento: Das 8h às 18h

 

Casarão Pães & Cia

Rua Emiliano Perneta, 524

Funcionamento:Das 6h30min às 20h30min

 

Panificadora Excelência do Pão

Rua Vicente Machado, 64

Funcionamento:24h

SUPERMERCADOS

OXXO

Alfredo Pujol, 511 – Santana, São Paulo

Funcionamento: Das 4h às 2h

Pão de Açúcar Minuto

R. Dr. César, 347 – Santana, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e domingos e feriados das 8h às 20h

Pão de Açúcar

R. Voluntários da Pátria, 1723 – Santana, São Paulo

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e domingos e feriados das 8h às 20h

Pet

Seu amigo de estimação(pet) de pequeno/médio porte é mais do que bem-vindo na Xtay. Gostaríamos apenas de lembrar algumas orientações para garantir uma experiência agradável a todos os frequentadores:

– Quando possível, é recomendado que você carregue o seu pet no colo durante o trajeto. Caso não seja viável, por favor, utilize uma focinheira.

– É fundamental que os pets estejam sempre com suas guias. Isso garante a segurança deles e das demais pessoas presentes.

– Pedimos a sua colaboração na limpeza de eventuais sujeiras feitas pelo seu pet. A responsabilidade pela higienização do local é sua.

– Vale ressaltar que não nos responsabilizamos por acidentes ou danos físicos causados pelo seu pet, como mordidas ou outras situações que possam causar constrangimento.

Caso ocorra algum incidente, recomendamos prestar socorro à vítima e, se necessário, arcar com os danos físicos e/ou morais causados.

Agradecemos a sua compreensão e colaboração para que todos possam desfrutar de um ambiente harmonioso na Xtay.

BELEZA E SAÚDE

Cheia de Graça – 250m

Edifício Patio Civitas – Rua Portinari, Passeio Pedra Branca, 170 – Loja 5A, Palhoça – SC, 88137-245

Funcionamento: Aberto de segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 20h, e aos sábados das 10 às 18h

Lavanderia

Laundromat – 850m

Av. Pedra Branca, 25 – Sala 07 – Cidade Universitaria, Palhoça – SC, 88137-270

Funcionamento: Aberto todos os dias, 24h

EVENTOS E REUNIÕES

Impact Hub – 10m

R. Jair Hamms, 38 – Sala 101B – Cidade Universitária Pedra Branca, Palhoça – SC, 88137-084

Funcionamento: Das 8h às 18h, de segunda-feira a sexta-feira

SHOPPING

Continente Shopping

Rodovia BR 101 – KM 210 Esquina Rod, SC-281 – Distrito Industrial, São José – SC, 88104-800

Funcionamento: Das 10h às 22h, de segunda a sábado, e domingo das 14h às 22h

Via Catarina Shopping

Av. Atílio Pedro Pagani, 270 – Passa Vinte, Palhoça – SC, 88132-149

Funcionamento: Das 10h às 22h, de segunda a sábado, e domingo das 14h às 22h

Pet SHOP

Pet Passeio – 200m

Rua da Universidade, Av. Pedra Branca, 89 – loja 07, Palhoça – SC, 88137-074

Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, e aos sábados das 8h às 15h 

FARMÁCIA

FarmaSesi – 200m

Passeio Pedra Branca, R. da Universidade, 346 – Loja 25 – Cidade Universitária Pedra Branca, Palhoça – SC, 88137-074

Funcionamento: aberto de segunda a sexta-feira, das  7h30min às 21h

SUPERMERCADOS

Supermercado HIPPO – 50m

R. da Universidade, 346 – Passeio Pedra Branca, Palhoça – SC, 88137-074

Funcionamento: aberto de seg a sab das 8h30min às 21h

Portaria

Portaria fica localizada no hall de entrada do prédio. 

LIXO

Solicitamos gentilmente que todo o lixo seja devidamente levado e depositado no subsolo do prédio, no andar (-1), localizado do lado oposto à entrada da Xtay, embaixo da rampa de entrada/saída dos veículos.